Esta é uma tradução automática. O post original está disponível em Inglês .

Visão geral

Para automatizar processos, é necessário configurá-los como descrito nos capítulos anteriores. Para ficheiros de entrada, o ponto de partida é a recepção dos ficheiros. É possível configurar o fluxo de trabalho para que todas as etapas subsequentes sejam executadas automaticamente. Recomendamos que utilize Business Transactions para configurar todo o fluxo de trabalho. Desta forma, a única coisa que precisa de fazer para automatizar os seus ficheiros de entrada é adicionar uma tarefa RECEIVE, como descrito a seguir.

Para os ficheiros de saída, normalmente começa-se com um trabalho de recolha de dados de um EDI Business Transaction Type e todas as outras acções são executadas automaticamente.

É claro que também existe a opção de executar um único mapping a partir da fila de tarefas.

Há situações em que pode não querer que tudo seja executado automaticamente. Se for esse o caso, existe uma opção de configuração para desactivar o processamento automático e adicionar uma entrada na fila de trabalhos que processa apenas o que pretende. Isto dá-lhe muita flexibilidade, mas tem de configurar cada entrada na fila de trabalhos individualmente.

Se nem isso for controlo suficiente, também pode fazer tudo (e mais) que podemos automatizar a partir da fila de tarefas, chamando a Codeunit de ANVEDI Integration a partir do código. Isto também pode ser útil se pretender executar uma acção não automaticamente, mas premindo um botão.

Anveo EDI Connect também oferece a possibilidade de repetir automaticamente o processamento que tenha sido afectado por erros. Para utilizar esta funcionalidade a partir da configuração mapping ou dos canais de comunicação, é necessário criar uma tarefa de MANUTENÇÃO.

Aviso de cookies do WordPress by Real Cookie Banner